Batalhão de Caçadores 2863 - C.C.S.

Novembro 06 2009

 

Visita ao Parque da Gorongosa - 1970      

 

Nos últimos meses de comissão a CCS foi colocada em Vila Pery com o objectivo de activar um quartel que aí existia, com a finalidade de funcionar como unidade de recrutamento para mancebos da zona do Planalto do Chimoio. A vida em Vila Pery era boa, não era zona de guerra e o pessoal andava tranquilo, só que o tempo passava muito devagar, nunca mais chegava o dia para embarcarmos de regresso a casa. Lembro-me que se fez uma revista de variedades no Cine Teatro Chimoio, com o pessoal da companhia que fez grande sucesso.(Não tenho fotos)

Houve um torneio de Futebol de Salão no ringue ao ar livre, a equipa da companhia só perdeu com os Barrotes Queimados, equipa local, que foram os campeões.

Aconteceu nesta altura um fenómeno que nunca mais vi. Na época em começavam as chuvas e o calor (Novembro/Dezembro) as formigas-brancas, (térmitas) as dos formigueiros em forma de chaminé, saiam aos milhões com asas, que fazia parecer  que estava nevoeiro. Um jogo nocturno de futebol de salão foi suspenso porque os jogadores não se viam uns aos outros, tal era a quantidade de formigas a voarem.

O que recordo com as fotos que junto foi a visita  ao Parque Nacional da Gorongosa, que nos foi proporcionada pelo nosso comandante.  Um parque impressionante onde viviam em habitat natural todos os animais que conhecemos da selva. Gostei!

                                                                 A entrada do Parque

 

 

Em baixo o amigo, do lado esquerdo da foto,  de orelhas levantadas fez-nos desandar, e parar com a sessão fotográfica, é o animal mais perigoso na selva, lançado pode atingir 90 km hora e não tem travões

 

 A banheira dos hipopótamos vêm-se mal mas estavam regalados da vida

 

 Imensidão do pântano e da planície

 

 Vila Pery (Chimoio), Vila Manica,Parque N. Gorongosa, Beira, Dondo -  vista do GoogleEarth 

Vila Pery (Chimoio) vista do GoogleEarth 

 

Já que a falada viagem a Moçambique num dos convívios, não se concretizou, vamos vendo o que o Google nos pode mostrar.

 

23 de Novembro de 2009 - Ver comentário de João Gonçalves

 

O nosso amigo João Gonçalves a viver em Nampula (jbr.gonçalves@gmail.com) Moçambique, deu-nos noticias sobre o parque da Gorongosa. Não são muito famosas visto que a guerra civil em Moçambique destruiu quase tudo o que nos foi dado ver em 1970. 

No entanto parece que a recuperação do parque tem tido grande sucesso, e melhor, tem boas condições para quem queira visitar. Talvez a ideia da viagem a Moçambique possa renascer.

 

29 de Novembro de 2009

 

O nosso amigo Viana da Secção de Enfermagem do Fingoé (manuel.g.viana@gmail.com) mandou-nos algumas fotos dos eventos de Vila Pery, nomeadamente a peça de teatro que a C.C.S. ali fez com grande sucesso no Ciné Teatro Chimoio

 A foto de família no palco do teatro

O elenco, o Viana agarradinho ao Lampreia 

 As pernas de hoje são mais gordas e com algumas varizes, nada que o Dr. Diniz da Gama  não trate.

                     Foto do almoço de Nata 1970 em Vila Pery                                                                   

 

                                     o Anselmo, o Peixe, o Gonçalves, o Benildo 

Benildo Lopes

 

 

p>

publicado por Benildo Lopes às 20:43

Continua amigo!....

É bom lembrar todas as facetas da nossa guerra. Nem tudo foi mau, pois além do que nos foi dado visitar houve o companheirismo que nunca mais esqueceremos.

O meu Blogue "Angola 68-70" também mais umas coisas. Tenho pena de não poder converter "slides" em fotografias pois tenho umas centenas mas o preço que levam na conversão é muito caro. Ainda hei-de saber o preço de uma máquina.

Um abraço do teu amigo

Catalo
José Catalo a 7 de Novembro de 2009 às 12:16

Infelizmente o parque da Gorongoza e toda a zona limítrofe foi palco de lutas sangrentas durante a guerra civil de Moçambique. O quartel general da Renamo ficava nesta região e para alimentar as tropas nada melhor do que caçar na reserva. As gazelas, cudos e búfalos desapareceram num ápice e os depradadores naturais,sem alimentos, foram para outras paragens ou morreram à fome. A partir dos anos oitenta, até ao início do sec.xxi toda a fauna bravia desapareceu. Foi então que um magnata americano (o inventor do voice mail ) com cerca 40 milhões de dólares investiu (sem fins lucrativos) no repovoamento do parque. Criou infraestruturas para acomodação de turistas e hoje a Gorongoza já faz parte dos roteiros turísticos de Moçambique. Sem querer fazer publicidade, digo que vale a pena visitar pois os preços são acessíveis e as instalações e serviços são de 5 estrelas. Venham!!!!
Um abraço do ex-alferes Gonçalves da C,Caç.2470 , residente em Nampula.
joão gonçalves a 23 de Novembro de 2009 às 13:29

mais sobre mim
Novembro 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

15
16
17
18
19
20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30


pesquisar
 
blogs SAPO